Desafios do mercado segurador

0

 

Que o ano de 2018 seria desafiador para a economia brasileira, ninguém tinha dúvidas. Mas, olhando para o primeiro semestre e em meio a todos os desafios previstos, o setor de seguros reafirmou sua resiliência e seu fôlego para o crescimento. De janeiro a junho, comparado ao mesmo período do ano passado, o mercado de seguros (sem DPVAT e sem Saúde) avançou 1,7% em sua arrecadação, alcançando uma receita superior a R$ 115 bilhões, segundo informações da CNseg.

Este avanço demonstra que o setor de seguros vem amadurecendo fortemente no Brasil, muito devido à própria percepção da sociedade de que é importante resguardar sua vida, seu patrimônio, seu negócio, além da saúde e do futuro de seus familiares. E a atividade de seguro cumpre exatamente esta nobre função.

A divulgação dos balanços semestrais das seguradoras brasileiras demonstra o avanço frente a 2017, com bons resultados nas carteiras de automóveis e de patrimônio. Por um lado, porque as seguradoras aprimoraram suas estruturas tarifárias e, por outro, porque o próprio consumidor está buscando proteção para seus bens. Seguros de Garantia e de Crédito se beneficiaram do maior fluxo de crédito tomado por pequenas e médias empresas.
Enfim, é fato que o mercado segurador segue firme sua marcha de resiliência e, em linhas gerais, o que podemos dizer é que ele tem conseguido, apesar de todas as dificuldades, crescer acima da inflação.

The following two tabs change content below.
João Carlos Machnick
João Carlos possui formação em administração de empresas, com MBA em gestão de projetos. Hoje, está à frente da Atix Seguros, uma corretora com grande expertise em seguros de Engenharia, Garantia e Transportes de Cargas.
João Carlos Machnick

Latest posts by João Carlos Machnick (see all)

26-12-2018 |

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas