A Importância do Clube de Futebol no Combate à Violência Doméstica

0

 

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, mulheres passaram a ficar 24 horas em casa, muitas vezes, com seus agressores. Tal fato elevou a preocupação com a violência doméstica e familiar. De olho nisso, por que não usar o futebol para auxiliar e denunciar esses casos?

Esse esporte constitui uma prática popular no mundo todo, e, por isso, é um grande aliado em campanhas como a do combate à violência contra a mulher.

Para se ter ideia, mesmo com as competições suspensas em razão da pandemia, a FIFA, Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Comissão Europeia se uniram na Campanha #Safe home (#casa segura). As três entidades se reuniram e promoveram a Campanha de Combate à Violência Doméstica, divulgando-a ativamente.

Os contatos telefônicos ou de apoio locais e nacionais são serviços de utilidades públicas essenciais para o enfrentamento à violência contra a mulher.

Em relação a FIFA, ela se dedica a publicação de vídeos que contam com a participação de jogadores e ex-jogadores em diversos canais digitais. O mesmo é feito pelas diversas federações que são membros dela. Não podemos e não devemos nos calar quando o tema é violência contra a mulher.

The following two tabs change content below.
Sonia Andrade

Sonia Andrade

Bacharel em direito pela Universidade Gama Filho, pós-graduada em Marketing pelo IBMEC e registradora pública do 6º Ofício de Registro de Títulos e Documentos do Rio de Janeiro. Em 2006, implementou as certificações ISO 9001 e SA 8000, colocando o cartório como primeiro ente no gênero certificado no mundo. No mesmo ano, criou o Instituto Novo Brasil Pelo Carimbo Solidário - braço social do cartório - que, dentre diversas ações, desenvolve o programa “A Casa é Nossa”, que já beneficiou mais de 10 mil famílias carentes com a concessão gratuita de registros de títulos de posse. O programa já foi apresentado na Reunião dos Conselhos dos Governos da Un-Habitat e na Rio +20. Em 2014, o Instituto foi contemplado com o Título de Utilidade Pública Municipal. Além disso, Sônia Andrade já recebeu diversas distinções pelos projetos realizados. Foi homenageada com as medalhas Chiquinha Gonzaga, 100 Anos de Abelardo Barbosa – Chacrinha, o Comunicador e de reconhecimento no combate ao Crime de Pedofilia pelo Sindicato dos Delegados da Polícia Federal do Estado do Rio de Janeiro. Em janeiro de 2018, se tornou a primeira mulher a integrar o corpo dirigente do Vasco da Gama, tomando posse como vice-presidente do Clube.
23-12-2020 |

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas