Vendas ou Financeiro: qual é o verdadeiro coração da empresa?

A decisão de montar um negócio próprio, normalmente, é tomada sem grandes estudos e preparo.

0

Há quem diga que o coração de uma empresa é seu Departamento de Vendas: quanto mais vender, mais vai ganhar. Por outro lado, há quem diga que o segredo é reduzir os custos ao máximo (papel do Departamento Financeiro) e aumentar ao máximo o valor da entrega (função do Operacional): quanto menos gastar mais vai ganhar.

A decisão de montar um negócio próprio, normalmente, é tomada sem grandes estudos e preparo.

Uma empresa, assim como uma pessoa de carne e osso, passa por várias fases, da infância até a fase adulta. A decisão de montar um negócio próprio, normalmente, é tomada sem grandes estudos e preparo. Por isso, é sempre aconselhável que a pessoa tenha um mentor, alguém que já quebrou a cabeça nessa primeira fase e que pode ajudar o empreendedor a não cometer erros básicos e colocar tudo a perder.

Nessa primeira fase, na qual a empresa é um bebê, o empreendedor se dedica basicamente ao operacional e mal olha para os outros departamentos da empresa. Ele acha que ainda está de carteira assinada, mas que o chefe dele é ele mesmo, então pode trabalhar a hora que quer, acordar tarde, abrir o negócio dia sim, dia não, sem constância em absolutamente nada.

Os funcionários, por mais engajados que estejam, irão buscar oportunidades com maior perspectiva de crescer.

Quando começa a delegar e, portanto, contratar os primeiros membros do que será o seu time, ele simplesmente “delarga” (transfere a tarefa junto com a responsabilidade), esquecendo que o negócio é dele. Isso faz com que o líder anule o seu papel e coloque a culpa dos maus resultados nos outros membros da empresa. Essa adolescência rebelde não se sustenta, e os funcionários, por mais engajados que estejam, irão buscar outras oportunidades com maior perspectiva de crescer.

Para chegar à fase adulta, o empreendedor vai, então, buscar conhecimento para entender onde errou. E quase sempre o problema é uma consequência da falta de mentalidade empreendedora. Não são nem as vendas nem o financeiro diretamente. Se o seu produto é bom, ele vai vender, se ele souber minimamente fazer as contas, vai, pelo menos, dar um jeito de pagar seus custos e despesas.

Mas o mindset, esse tem que mudar. A pessoa precisa urgentemente se ver, mais do que como empreendedor, como empresário, mas como CEO. Sua empresa precisa começar a partir de um plano e esse plano precisa prever, desde já, o que virá a ser a cultura empresarial. Com os objetivos bem definidos, passo a passo planejado, manuais de funcionamento de cada departamento na mão, agora sim, a empresa está pronta para voar!

Tudo deve estar previsto em um plano, que não precisa ser uma bíblia.

Tudo deve estar previsto em um plano, que não precisa ser uma bíblia, mas que contemple o funcionamento de todas as partes e os resultados esperados como um todo. Essa é a visão sistêmica da empresa, coisa de gente grande.

Nesse plano de ação, deverá estar previsto como o empreendedor fará para sair do operacional para ser um verdadeiro empresário, que fica no setor de Estratégia da empresa. Se tivesse que escolher um departamento de maior importância em uma empresa, diria que é o das pessoas que pensam a estratégia e a colocam em prática. Isto porque é ela que vai unir todas as partes de forma harmônica: o Financeiro libera um budget para o Marketing, o Marketing gera leads qualificados e o Comercial o faz virar fã do produto e da empresa.

Ser dono de empresa é um eterno estudar, um eterno aprender.

É a Estratégia que vai dar a cadência de quando é necessário repassar os fornecedores e pegar orçamentos para enxugar os custos. É a Estratégia que vai dizer como as vendas serão feitas, é quem está na Estratégia que estimula e inspira o Departamento de Vendas e monta uma forma mais eficiente de vender seus produtos. Por isso defendo com unhas e dentes que o empreendedor que conhece seu negócio como ninguém torne-se um líder, treine sua equipe, torne-se um líder de líderes e passe para a Estratégia.

Para esse feito, é necessário estudar a fundo Liderança, Team Coaching, Produtividade para Equipes de Alta Performance, Mapeamento de Processos, entre outras disciplinas. Ser dono de empresa é um eterno estudar, um eterno aprender, e é um tanto quanto solitário, pois nada disso é ensinado na faculdade. Temos que correr atrás de livros, cursos, treinamentos para poder nos prepararmos. É nesse ponto que vou reiterar que ter um mentor desde o início do negócio é um investimento que vai te poupar mais dinheiro do que gastar.

E então, está esperando o que para rever o eu empreendimento?

 12,957 total views,  2 views today

(Visitado27 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Isabella Fortunatto

Isabella Fortunatto

Isabella é formada em Letras, tradutora pública e tinha tudo para ter seguido a carreira de professora universitária. Mas algo dentro disse que ela tinha que empreender! O risco, a adrenalina, a vontade de dar emprego para quem precisa e ensinar novas profissões fizeram com que resolvesse abrir 4 empresas: uma de Tradução, uma de Logística voltada para a área de Moda, um Coworking e uma Escola de Negócios e Alta Performance, a Fortune Treinamentos.
03-08-2021 |

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas