Novembro roxo: mês de atenção à prematuridade

Durante o mês, a Sociedade Brasileira de Pediatria oferece cursos e palestras sobre o tema

0

Clique aqui e siga nosso perfil no Instagram

No dia 17 de novembro, comemora-se o dia internacional de atenção a prematuridade. Durante o mês, a Sociedade Brasileira de Pediatria oferece cursos e palestras sobre o tema, voltado para pais, familiares e cuidadores de bebes prematuros. No mundo, cerca de 15 milhões de nascimentos são prematuros.

No Brasil, em 2018, 11% dos nascimentos foram prematuros, o que correspondeu a mais de 320 mil nascidos vivos. Embora a maioria dos prematuros sejam tardios e, portanto, são direcionados ao alojamento conjunto após o nascimento, intercorrências como icterícia que é amarelão do olho e da pele por acúmulo de um pigmento produzido no fígado, a Bilirrubina, baixa de glicose, desconforto respiratório, infecções e dificuldade no aleitamento materno são mais frequentes nesses recém-nascidos.

Os cuidados dos prematuros na infância também devem ser diferenciados, envolvendo além do pediatra, diversos outros profissionais.

Entre os prematuros, em 2018, no Brasil, quase 46 mil nasceram com idade gestacional
inferior a 32 semanas e, portanto, foram internados nas UTI Neonatais. Cerca de 70% dos prematuros com idade gestacional inferior a 32 semanas sobrevivem ao período neonatal, mas podem apresentar, na infância e adolescência, problemas de desenvolvimento, como déficit cognitivo e motor, déficit auditivo e visual, atraso no desenvolvimento da linguagem, dificuldades escolares e alterações comportamentais.

Assim, os cuidados dos prematuros na infância também devem ser diferenciados, envolvendo além do pediatra, diversos outros profissionais de saúde. Importante ressaltar a importância do leite materno para os bebes prematuros e neste período de novembro, a doação de leite materno para bancos de leite é estimulada, pois o leite materno é o melhor alimento para o prematuro, pois além de conter todos os nutrientes, possui anticorpos protetores que ajudam ao prematuro a combater infecções, antes que o seu sistema imune seja estabilizado. Uma das grandes vitórias do movimento foram os Direitos do prematuro que serão abordados em outro post.

The following two tabs change content below.
Selma Merenlender

Selma Merenlender

CRM 5248425-2 Graduada pela Escola de Medicina da FTESM em 1986. Presidente da SRRJ biênio 2017-2019. Diretora diretora técnica da Imunofluminense. E mail dra.selma.reumato@centrofluminense.com.br
06-11-2021 |

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas