Saiba quais são os principais tratamentos para o melasma

As causas não são totalmente conhecidas, mas, sabe-se que alguns fatores podem colaborar para essa hiperpigmentação

0

O melasma é uma doença de pele benigna e não contagiosa, trata-se de uma doença crônica e insistente, tendo em vista que podem desaparecer, mas logo voltar a aparecer causando desconforto na aparência e baixa autoestima. Tende a ser mais comum em mulheres e normalmente surge na face com uma coloração castanha, amarronzada. As áreas mais atingidas são a testa, as bochechas, o nariz, o queixo e a zona entre o nariz e o lábio superior. Apesar de raramente, também pode aparecer no pescoço, peito, costas, antebraços e dorso das mãos.

O melasma possui tipos e o tratamento mais adequado vai depender da profundidade da camada de pele afetada.

As causas do melasma não são totalmente conhecidas, mas, sabe-se que alguns fatores podem colaborar para essa hiperpigmentação, em destaque está a exposição solar repetida, também as alterações hormonais, medicamentos, fatores genéticos e outros. Pessoas que têm o quadro na família, podem consultar um médico dermatologista e se informar sobre como se prevenir da melhor maneira. Os tratamentos para a doença servem para atenuar e melhorar a aparência da pele, sabendo que são raros os casos em que a cura é efetiva, um dos preventivos e tratamentos primordiais mais indicado é o uso do protetor solar constantemente.

O melasma possui tipos, alguns mais superficiais outros mais profundos, o tratamento mais adequado vai depender da profundidade da camada de pele afetada, por isso a importância de consultar um dermatologista.

Hoje podemos contar com os seguintes tratamentos:

Laser – Um dos tratamentos mais eficazes, consiste em quebrar as partículas de pigmentos em vários fragmentos, que são absorvidos pelas células de defesa e eliminados pelo organismo. Uma grande preocupação é o efeito rebote, já que se o laser for utilizado de forma inadequada, poderá estimular o escurecimento das manchas. Portanto, ao iniciar o tratamento com laser, deve-se procurar por um especialista no assunto.

Peeling – Este tratamento procura eliminar ou atenuar as manchas. Envolve a aplicação de uma solução química que provoca a exfoliação da pele eliminando as células mortas e estimula o crescimento de novas células e em sequência, a renovação da pele. É uma opção terapêutica rápida e eficaz.

Cremes Despigmentantes – Existem várias pomadas e cremes eficazes no tratamento do melasma, mas são produtos prescritos pelo médico dermatologista. Estes produtos, com fórmulas específicas, são utilizados na superfície da pele, cujo objetivo é penetrar e alcançar os responsáveis pela produção excessiva de melanina e, assim, eliminar ou atenuar as manchas do melasma.

É sempre bom lembrar, que todo e qualquer procedimento deve ser antes avaliado pelo profissional e que nem sempre um procedimento vai ser indicado para pessoas diferentes.

Recorrer a profissionais capacitados que ofereçam tratamentos amparados por médicos dermatologistas, sempre será a melhor solução para se obter ótimos resultados.

The following two tabs change content below.
Dani Loppes

Dani Loppes

CEO do Instituto D.Lo - Dani Loppes em Portugal e do Studio D, no Brasil. Esteticista especialista em Micropigmentação, Estética facial e corporal, Empreendedorismo feminino e Palestrante. É formada em administração na Unigranrio, com especializações na área de estética e beleza, como harmonização facial, entre outros pelo SENAC. Ministra cursos e palestras para empreendedoras que desejam abrir e gerir o próprio negócio no ramo, ajudando no empoderamento feminino e elevando a autoestima. Auxilia empreendedores que desejam empreender em Portugal. E-mail: contatodaniloppes@gmail.com
23-11-2021 |

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas