Brasileiros naturalizados italianos quase dobram em dois anos

Recreio - É importante reconhecer a cidadania Italiana para os filhos, como uma volta a origem.

Um levantamento feito recentemente pelo Itamaraty mostra que quase dobrou em dois anos o tamanho da comunidade brasileira na Itália. Em 2018, 85,7 mil brasileiros viviam por lá. Em 2020, eram 161 mil, um aumento de 88%. Os números são uma estimativa do Ministério de Relações Exteriores, que leva em conta os registros de várias instituições, como os consulados brasileiros e a Receita Federal, e informações de autoridades italianas.

Recreio - Italianos - É importante reconhecer a cidadania Italiana para os filhos, como uma volta a origem.
Qualquer pessoa que tenha ascendência italiana pode solicitar a cidadania.

Esse aumento pode ser justificado pela instabilidade na economia brasileira, a busca por oportunidades fora do Brasil e até uma busca por suas origens. Segundo a especialista em cidadania italiana Simone Oliveira, é uma volta às origens. “Uma vez escutei de um senhor italiano que esse trabalho é trazer de volta os filhos para casa. Quando é feito o reconhecimento de cidadania judicialmente, a certidão de nascimento italiana é feita exatamente no mesmo local em que nasceu o ascendente italiano. Ou seja, é sim uma volta às origens”, concorda.

Qualquer pessoa que tenha ascendência italiana pode solicitar a cidadania. Pela legislação de lá, essas pessoas nasceram italianas, basta provar. Mas segundo Simone, não é da noite pro dia que se consegue a confirmação. “O processo se fundamenta em uma ação judicial, então é todo um processo. Primeiro tem o trabalho em cima da documentação, depois o depósito em tribunal, audiência marcada, sentença, trânsito em julgado etc. Esse processo todo dura entre 15 e 24 meses até ficar tudo pronto”, alerta. Apesar disso, a cidadania italiana serve para quem solicitou e para as gerações futuras: cada filho que nascer tem direito automático à cidadania italiana.

Para requerer a cidadania italiana, é fundamental que você tenha as certidões de nascimento, casamento e óbito, se houver, de cada ascendente seu até a pessoa italiana que você tem ligação, e também uma certidão chamada negativa de naturalização do parente estrangeiro, provando que o parente não se naturalizou brasileiro. É importante também ter pessoas especializadas que trabalhem nessa área para que as chances do objetivo se concretizar seja maior.

O sonho de ter uma dupla cidadania se tornará um pouco confuso, porém mais fácil, a partir do dia 1° de julho. Uma reforma no Código de Processo Civil foi aprovada pelo Parlamento italiano e impactará os pedidos de reconhecimento via judicial – contra as filas e via materna. Segundo a nova determinação, os pedidos deverão ser feitos não mais diretamente no Tribunal de Roma, que concentrava as solicitações, mas nas cortes de cada região de nascimento do antepassado italiano. “Então para o requerente não há mudanças significativas: ele nasceu italiano e apenas terá que provar isso”, diz Simone. Ela explica também que essa regionalização ocorre para agilizar os processos e diminuir a carga de trabalho do Tribunal de Roma, que até a data da mudança continua sendo o tribunal competente dos pedidos.

“Após os trâmites e o reconhecimento, a pessoa se torna um cidadão europeu, o que lhe permite ingressar no mercado de trabalho da Itália e também de outros países da Europa, conquistando os mesmos direitos e deveres como qualquer italiano”, frisa. Também é possível concorrer a bolsas com descontos muito maiores do que no Brasil. Na própria Itália há um acesso ao sistema de universidades e existem descontos: quanto menos você ganha, menos você paga. É uma forma de que todos tenham acesso ao estudo. Para os filhos, isso é uma herança que você deixa.

Falando em áreas e benefícios do mercado de trabalho na Itália, algumas áreas são realmente importantes para o brasileiro que pensa em morar na Itália:

1) Gastronomia: os italianos levam muito a sério esta questão, além de ser um país turístico que recebe um grande número de pessoas durante o ano. Roma foi considerada o melhor destino gastronômico de 2022 no mundo.

2) Saúde: a Itália é um país com muitos idosos e precisa de muitos profissionais nesta área de cuidados, então cuidadores, enfermeiros, fisioterapeutas são áreas muito importantes no mercado de trabalho.

3) Serviços: como a mão de obra em geral é uma área sempre com postos de trabalho abertos, a Itália hoje está investindo muito na reestruturação, reformas, construções, através de facilidades para empresas e cidadãos. Com muita procura de trabalhadores nesta área, inclusive para Engenheiros.

4) Sustentabilidade: a Itália tem hoje uns dos maiores programas de sustentabilidade da Europa e tem investido e continuará investindo muito nesse setor. São vários programas nesta área envolvendo energia, meio ambiente, agricultura, reciclagem e inclusive programas voltados para a mulher. Engenharia é uma grande área, seja ela na área de energia, sustentabilidade, meio ambiente, com muitas oportunidades de trabalho.

5) Design: a Itália é a referência do mundo de design, setores da moda, automóveis, móveis, máquinas e equipamentos… Se tiver grande experiência neste setor com certeza terá boas oportunidades no mercado de trabalho.

6) Contabilidade: com a formação no Brasil, cursa uma única disciplina na Itália e pode atuar como profissional. Como é um país turístico, conta com muitos comércios e serviços. Pelos dados do Itamaraty, com o aumento que teve de brasileiros morando na Itália, somente no ano de 2021, ser contador brasileiro aumenta muito a possibilidade de clientes da mesma nacionalidade.

7) Informática e T.I.: é um campo que vem crescendo muito na Itália. Tanto o analista como o projetista de software são áreas muito solicitadas no mercado de trabalho.

8) Mecânica: é uma área que conta sempre com vagas abertas. Se tem boa experiência, encontrará facilidade para conseguir trabalho. Lembrando que a Itália tem a Ferrari, Lamborghini, Fiat, Alfa Romeo… além de fabricar motocicletas também.

Enquanto estiver planejando sua mudança para a Itália, estude a língua. Com o reconhecimento da cidadania italiana, pode-se buscar oportunidades de trabalho na Itália e também na União Europeia. Trabalhando como um cidadão europeu, você pode prestar concurso público, pode ser um investidor, montar uma empresa. Além da Itália, você tem a Europa toda.

A Itália e o Brasil têm um acordo bilateral previdenciário, ou seja, o tempo de trabalho que você terá na Itália com contribuição pode ser somado com o tempo de trabalho que teve ou terá no Brasil. São muitos os benefícios para uma experiência no mercado de trabalho.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!