5 táticas para não levar trabalho para casa

trabalhoemcasa interna
Foto: Visualhunt.com

 

Já virou rotina continuar trabalhando de casa? Eu, como uma workaholic de carteirinha, preciso dizer que te entendo! E o primeiro paradigma que eu quero quebrar aqui é: sei que existem coisas que são urgentes e que precisam ser respondidas em um horário fora do convencional ou mesmo das ditas horas regulares de trabalho. A grande questão é quando não conseguimos mais dizer não e colocar certos limites entre o que é saudável e o que é exagero.

Exatamente por ser uma workaholic, eu acabei estabelecendo algumas táticas e regras para que pudesse realmente aproveitar a minha vida de uma forma integral, isto é, família, vida social, espiritualidade, realização profissional, recursos financeiros etc.

Vamos a elas?

Nº1: Definir no dia anterior quais são as atividades mais importantes para o dia seguinte.

Nº2: Validar se estas ações estão alinhadas com os projetos que são prioridade (ou mesmo com o gestor, quando aplicável).

Nº3: Questionar a real gravidade e urgência da realização da atividade antes de sair fazendo por meio da pergunta: alguém vai morrer se eu não fizer isso hoje?

Nº4: Dividir as atividades com as pessoas da equipe, buscando utilizar os talentos que cada um tem para ganhar velocidade e assertividade.

Nº5: Dizer não e negociar prazos.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!