A diferença entre inseminação intrauterina e fertilização in vitro

1decoracaojaneiro interna cópia 1

 

Tanto a inseminação intrauterina quanto a fertilização in vitro são técnicas utilizadas dentro da Reprodução Humana para tratamento da infertilidade.

A inseminação intrauterina é uma técnica de média complexidade, que consiste em realizar um preparo do sêmen, que será depositado diretamente dentro da cavidade uterina através de um cateter no período fértil da mulher e a fecundação ocorre naturalmente.

A inseminação intrauterina é indicada para mulheres jovens, mulheres com disfunções ovulatórias, casais homoafetivos femininos ou fatores masculinos leves.  A Fertilização in Vitro (FIV) é uma técnica de alta complexidade, com melhores taxas de sucesso.

A fertilização in vitro envolve algumas etapas: a indução da ovulação, fase em que através de medicações hormonais estimulamos os ovários a produzir uma grande quantidade de óvulos.

Estes óvulos serão coletados e fertilizados pelos espermatozoides em um laboratório de Reprodução Humana, que irão formar os embriões. Estes embriões são mantidos em cultivo no laboratório e, posteriormente, serão transferidos para o útero da mulher.

A fertilização in vitro é indicada para mulheres com obstrução tubária, endometriose, para fatores masculinos severos, idade materna avançada e falhas de outros tratamentos.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!