Ansiedade e estresse podem agravar quadros de caspa e queda de cabelo

interna cópia 19

De repente, ficamos sem poder sair de casa, ter encontros sociais e cumprir atividades rotineiras devido à pandemia da COVID-19. Uma experiência sem precedentes na história recente da humanidade. Segundo especialistas, tudo isso, somado a diversos outros medos causados pela doença, pode causar estresse e aumentar a ansiedade. E as manifestações físicas podem acontecer até no couro cabeludo. 

O estresse, por exemplo, pode agravar casos de caspa. O estresse acaba debilitando as defesas naturais do corpo, o que impede que elas combatam o excesso de fungos e bactérias, ocasionando o mau funcionamento do sistema capilar. Isso gera inflamações, menor aporte sanguíneo, menor oxigenação e, consequentemente, menos chegada de nutrientes, o que gera um desequilíbrio na microbiota do couro cabeludo, instalando caspas, descamações, inflamações.

Além disso, o estresse e a ansiedade podem levar a um quadro de queda do cabelo. O estresse e a ansiedade são fatores que influenciam diretamente o desenvolvimento do nosso ciclocapilar, alterando a chegada de nutrientes, a circulação sanguínea, aumentando processos inflamatórios e ocasionando quedas maiores.  Sabendo disso, já podemos imaginar o quanto os nossos cabelos irão se apresentar após esse período todo que estamos vivendo.

Para diminuir esse possível quadro, é muito importante mantermos nossos cabelos higienizados com frequência, escolhermos cosméticos específicos para equilibrar nosso sistema capilar, massagens de couro cabeludo para relaxar toda tensão, fazer uma alimentação bem balanceada para repor nutrientes, fazer exercícios físicos para melhorar oxigenação e manter a mente saudável. Em caso de dúvidas, o ideal é procurar ajuda profissional.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!