pdecoracaojaneiro interna copia
Foto: Acervo pessoal

 

A maior parte das pessoas, tanto homens quanto mulheres, enfrentam paradigmas quanto a sua afirmação – afinal, não é tão fácil assim ter autoestima. Hoje está super em alta a tal da “blogueiragem”: são blogueiros que expõem nas redes sociais o que comem, o que compram, o que consomem, mostrando aos seus expectadores um estilo de vida de fazer inveja, e que se transforma em metas, objetivos a serem alcançados. Mas por algum acaso você já parou pra se perguntar se essa vida é tudo isso mesmo, ou se é apenas um comercial?

Andamos muito ansiosos com o que vemos na internet: estilos de vidas incríveis, mostrados por mentores e blogueiros, que nos fazem querer mais do que podemos alcançar. O fato de segui-los, ao invés de nos proporcionar um crescimento pessoal, muitas vezes nos leva a uma queda no buraco profundo da ansiedade e de seus distúrbios.

Deixe- me dizer algo, caro leitor: a autoestima é tomada à força. Sim, foi isso mesmo que você leu, a força, que é a principal motriz da vontade. Sabe aquela matrícula na academia, que você foi até lá, pagou, mas nunca mais voltou?

A nossa autoestima é fácil, não adianta querermos ter ela em alta, se não trabalharmos pra manter ela sempre pra cima! O principal exercício pra se manter em dia com você é cuidando da sua autoimagem, afinal, como você se vê vai influenciar diretamente em quem você é. Estar bem é crucial pra jogar sua autoestima lá em cima.

Com isso, quero reforçar que você não precisa estar em lugares mirabolantes para ser feliz, você não precisa ter o corpo padrão pra ter amor por si mesmo. Você só precisa tomar atitudes e, principalmente, não dar ouvidos ao que vem de fora. Afaste-se de comentários nocivos, cuide do seu visual, não importa o tamanho do seu manequim. Hoje já existem lojas especializadas em tamanhos plus size, e nessas lojas o atendimento é personalizado; ao invés daquela frase indigesta “Pro seu tamanho, não temos.” serão feitas outras perguntas como “Qual cor você quer?”.

Você só precisa perder a vergonha de você e aprender que o amor é uma atitude, e que a autoestima é composta de diversos atos de amor. Faça as unhas, cuide dos cabelos, vista-se bem, enfeite-se, vá ao médico, tome aos poucos diversas atitudes de amor e cuidado por você mesmo e sinta a boa onda da autoestima encher seu coração!

 

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!