Empatia em tempo de Coranavírus

interna cópia 39

 

As saídas para as crises podem ter soluções bem eficazes, se conseguirmos ter racionalidade para proteger nossos ativos, para criar soluções, tomar decisões mesmo que sejam duras e agir com disciplina para implantar soluções. Ela pode ser muito mais eficaz se, tambémlevarmos em conta as necessidades e limites de todos envolvidos, já que todos têm seus próprios medos, riscos e sofrimentos. Entender isso dará uma nova qualidade a tudo que iremos fazer.

Nesscontexto, emerge a importância do papel da liderança para ajudar as empresas, equipes e profissionais a passarem o vale de adaptações às novas circunstâncias e novos comportamentos. O líder, além de olhar para nível executivo e entender o rumo e foco, terá também que olhar a base empaticamente para compreender como ela se sente e agir sobre o que precisa.

O home office tem apresentado vários benefícioscomo: produtividaderedescobertas de gostos, fortalecimento de vínculos na família e organização do tempo para trabalho e estudo. No entanto, sabemos que o isolamento provoca sentimentos de medo, vazio, solidão e perda de senso de pertencimento ou importância. Estes temas exigem que o líder aguce sua sensibilidade para perceber e manejar os sinais destes fenômenos, antes dele desqualificar ou decidir sobre as pessoas, por pensar que podem estar desmotivadas ou com baixa energia e pouco comprometimento.

De fato, o líder deverá reconhecer a confiança, colaboração e o respeito que estão sendo vividos neste modelo e tem provocado estes benefícios. O líder tem como desafio manter e expandir estas condições. Sendo a ação mais importante a prática da gratidão. Para saber mais sobre liderança, siga o LinkedIn da Alba Consultoria: https://www.linkedin.com/company/albaconsultoria/.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!