Sites de relacionamento, como se proteger?

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Quem nunca teve a curiosidade de saber como um site de relacionamento funciona? Com a vida cada dia mais agitada, fica difícil não recorrer a um aplicativo para acelerar a paquera e, quem sabe, conhecer sua cara metade. Pensando que, em um aplicativo bom, você pode conhecer até 400 pretendentes em um mês, então por que não usar? Se fôssemos conhecer todos eles pessoalmente, levaríamos mais de um ano, e fazendo um investimento gigantesco de tempo e dinheiro.
Sejamos práticos e paremos de criticar quem usa um aplicativo de relacionamento, isso ajuda muito. Mas, se no mundo real já é complicado, imagine na internet. Então é preciso se prevenir para não cair em furada, pois, assim como você encontrará pessoas maravilhosas, também se deparará com outras não tão confiáveis.
Lembro-me do caso da corretora Célia Carvalho, que conheceu seu assassino pela internet em 2007. Ela marcou um encontro e foi vítima de roubo seguido de morte, tendo sido encontrada quatro dias depois de seu desaparecimento. Esse infelizmente não foi o único caso: em 2010 uma quadrilha em São Paulo escolhia suas vítimas pelos sites de relacionamento.
Nos sites de relacionamento, eles buscavam pessoas com sinais de riqueza, depois começavam a frequentar os mesmos lugares dos alvos para então cometerem o sequestro ou roubo. Em 2015, um rapaz de 20 anos recebeu o convite de uma namorada virtual para ir à casa dela. Era um golpe, e Diego ficou acorrentado por quase uma semana no Rio Grande do Sul.
Há também os que apenas querem dar uma pulada de cerca, se passando por alguém descompromissado e daqui a pouco você se vê em um triângulo amoroso complicado. O pseudoanonimato permite que muitas mentiras e fraudes se criem, então é preciso se precaver. Mas como tomar cuidados para que seus encontros não sejam ciladas?
Aqui vão algumas dicas:
1.    Anote os dados e volte a perguntar depois para ver se não há contradição, inclua perguntas sobre profissão, família, bairro onde mora, estuda, etc. Saiba, porém, que é uma via de mão dupla, então seja honesta em passar suas informações também.
2.    Verifique as informações em redes sociais ou outros sites diferentes para ver se conferem. Você precisa ter em mente que será verificada também, por isso não exponha informações demais que possam te comprometer.
3.    O Google também pode te ajudar a procurar o nome da pessoa na internet e verificar se a história confere. Se ele usa um apelido no site de relacionamento, cheque também.
4.    Se estiver usando um chat ou e-mail, cuidado com links enviados, cheque o endereço do site antes de abrir. Arquivos maliciosos podem ser instalados no seu computador para captura de dados pessoais, senhas ou até controlar a webcam.
5.    Use a pesquisa de imagens do Google para verificar fotos dos perfis, fotos roubadas de outros sites são bem comuns. Outra coisa importante é, se possível, que agende um bate-papo pela webcam. Desconfie das desculpas para não usar esse recurso.
6.    Sempre é bom pedir outras redes sociais para não ser surpreendido com a informação posterior de que a pessoa já é comprometida ou coisa pior. Cheque com os amigos em comum as informações coletadas.
7.    Não passe informações sobre sua rotina ou bens materiais, nada de fotos ostentação.
8.    Evolua o relacionamento aos poucos, do aplicativo para as redes sociais, para o e-mail e videoconferência, antes do encontro real.
9.    Se a pessoa não quer marcar um encontro real, é provável que ela esteja mentindo ou que não queira evoluir para uma relação de verdade. Nesse caso, é melhor bloquear o perfil e não perder tempo com as desculpas.
10.    Na hora do encontro, escolha locais movimentados e bem localizados em uma região de fácil locomoção. Restaurantes, bares e shoppings são boas opções. Se você conhecer os garçons ou frequentadores assíduos, melhor ainda.
11.    Não pegue carona, vá por conta própria. Além de você manter a independência, você pode escapar do encontro se não gostar da pessoa ou desconfiar que algo não está bem.
Evolua o relacionamento de forma tranquila e sem pressa, nada de querer uma ficha corrida no primeiro contato no site de relacionamento. Use a cabeça e conduza as interações online de forma que você vá conhecendo a pessoa aos poucos. A ânsia de ter um relacionamento legal pode fazer você colocar tudo a perder.
Tenha critérios claros do que você deseja encontrar nessa nova relação, se é um namoro firme, não aceite apenas ficar. Se quer apenas ficar e não se envolver, coloque isso para a outra pessoa de forma clara. Sendo honesto, você tem mais chances de receber respostas honestas. Mantenha o foco no seu objetivo ao se cadastrar num site de relacionamento e que você encontre sua cara metade.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!