Turismo de Vacina

0decoracaojaneiro interna copia

 

Esse tipo de turismo surgiu assim que as doses de vacinas começaram a ser distribuídas no mundo. No início, de forma mais contida, porque o objetivo das autoridades era vacinar a população local. Depois, logo que os cidadãos foram vacinados, começaram oferecer vacinas para os visitantes.  

Um clube VIP londrino vendeu um pacote para seus sócios por R$ 295.000,00 para uma viagem a Dubai com direito a imunização contra o coronavírus. Além de pagar pelo pacote o associado paga a anuidade de 25 mil libras, o que valia em fevereiro cerca de 185 mil reais. O clube explica que esse pacote é apenas para os associados maiores de 65 anos. A matéria que conta sobre o caso saiu no site da CNN Brasil, em fevereiro. 

Outros países que estão vacinando estrangeiros são: Cuba, Sérvia, Rússia, Panamá, Emirados Árabes Unidos, Maldivas e Estados Unidos. 

Diferente do que muitos pensam, os Estados Unidos não estão fechados para brasileiros. A única exigência para entrar no país é cumprir uma quarentena de 14 dias em um país que esteja com livre circulação. Muitas famílias de brasileiros têm viajado para Cancún e depois continuam a viagem para Orlando ou Nova York, que por sinal estão com tarifas bem baratinhas para poder receber esses turistas que, além de movimentarem a economia do país, recebem a vacina. Outras opções para a quarentena são Equador, Republica Dominicana e Costa Rica. 

A Sérvia, por sua vez, preferiu doar as doses que iriam vencer para nações vizinhas que não tinham a vacina disponível. 

E você, gostaria de fazer esse tipo de turismo? 

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!