Carla Louro: hobby que se tornou profissão

Carla Louro diz ter sonhos doces | Fotos: divulgação
Carla Louro diz ter sonhos doces, pois sonha com bolos | Fotos: divulgação

Moradora do Recreio há cinco anos, Carla Louro largou tudo para se dedicar à gastronomia. Quando começou, há mais de 20 anos, não tinha ideia de que aquele hobby poderia se tornar sua profissão. Hoje, além de aceitar encomendas de doces, ela ainda ensinar aquilo que mais ama fazer.

– Larguei todas as outras profissões e hoje me sinto realizada. São poucas as pessoas que têm o privilégio de trabalhar e conseguir se manter com o que realmente gostam. Eu sempre digo que tenho sonhos doces, pois sonho com bolos!

Por que escolheu a gastronomia?
Desde criança aprendi com a minha avó a arte de fazer doces. Mas durante muito tempo fazer doces era apenas um hobby. Fiz enfermagem e atuei como enfermeira durante muitos anos. Também fiz publicidade e isso me ajuda muito na hora de criar os bolos. Desde que minha filha mais velha nasceu, sempre que podia fazia bolos. Sem perceber, meu hobby virou a minha profissão.

O que mais gosta na profissão?
Adoro fazer doces e também sempre amei artesanato. Na confeitaria artística eu consegui unir as duas coisas, já que depois que o bolo e os recheios estão prontos entra em ação a artesã. Chego a ficar até 12 horas decorando um bolo e muitos nem parecem bolos, são verdadeiras esculturas!

Como é passar adiante seus conhecimentos na arte de fazer bolos?
Há nove anos tenho o prazer de ensinar tudo o que faço e me orgulho de ter alunos que aprenderam tudo comigo, se destacando no mercado e sendo profissionais bem sucedidos. Dou curso para dois tipos de alunos: os iniciantes, que fazem as aulas para relaxar, e aqueles que já estão no ramo e querem se aprimorar.

O que a Utilità significa para você?
Conheço a Utilita há uns dez anos, pois mesmo não morando aqui há tanto tempo via sempre a revista quando vinha fazer as entregas nos prédios do Recreio. Desde que vim morar no bairro, há cinco anos, tenho sempre uma atualizada na gaveta, ao lado da minha cama.

Compartilhe esse artigo!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!