Tratando doenças com o neurofeedback

O neurofeedback é uma técnica que se baseia em uma espécie de reprogramação do principal órgão e centro do sistema nervoso do corpo humano: o cérebro. A partir de padrões apresentados por ele, o neurofeedback ajuda a tratar doenças e aumentar a performance do paciente, melhorando a concentração, a agilidade e até o raciocínio. Tão importante quanto movimentar o esqueleto é treinar o cérebro.

20220111 101940
Alguns resultados obtidos nos pacientes são a diminuição de quantidade de remédios usados e aumento da autoestima.

É um treinamento sem choque e sem remédios, que ajudar a resolver a raiz do distúrbio. Realizado em consultório de profissional habilitado, a sessão dura cerca de uma hora, sem preparação ou anestesia. Sensores são ligados à cabeça do paciente que por sua vez, são ligados a um software por meio do qual temos acesso às frequências cerebrais. Assim, mapeamos a área com atuação insatisfatória e partir daí atuamos especificamente onde for necessário.

Esse método, criado por um pesquisador japonês, vem se mostrando positivo, inclusive, para tratar desordens neurológicas ou de fundo emocional. O atendimento traz resultados imediatos e de longa duração. Alguns resultados obtidos nos pacientes são a diminuição de quantidade de remédios usados e aumento da autoestima, da concentração e mudança no convívio com as pessoas.

* Artigo publicado pela colunista Leila Brand Silva, especialista em neurofeedback, neuropsicologia, psicopedagogia, orientação vocacional e psicanálise.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!