O tratamento da gota é feito com cuidados individuais e uso de anti-inflamatórios

Reumatologia no Recreio - Sônia Isabella

A gota é uma doença reumatológica inflamatória que acomete sobretudo as articulações e ocorre em pessoas que já apresentaram ou apresentam a taxa de ácido úrico no sangue em níveis acima do normal (hiperuricemia).

É caracterizada por episódios de inchaço súbito, extremamente doloroso, geralmente em uma única articulação e comumente acomete as articulações dos pés, mais frequentemente o dedão do pé, quando chamamos de podagra, embora qualquer articulação possa ser acometida.

com o tratamento adequado, uma dieta saudável, abandono de hábitos nocivos e acompanhamento médico é possível o total controle da doença
Com o tratamento adequado, uma dieta saudável, abandono de hábitos nocivos e acompanhamento médico é possível o total controle da doença.

As crises são causadas pela oscilação súbita do ácido úrico sanguíneo e podem ser desencadeadas por ingestão excessiva de bebidas alcoólicas, uso de alguns medicamentos como quimioterápicos, entre outros.
Atinge predominantemente a população masculina, porém mulheres também podem ser acometidas, principalmente pós menopausa. Uma das teorias desse maior acometimento em homens é de que como o ácido úrico é um substrato protéico e a composição corpórea do homem possui mais massa muscular do que as mulheres e, com isso, eles seriam mais acometidos. Outra hipótese seria a maior frequência das comorbidades e hábito de etilismo em homens. Mas isso ainda precisa ser mais esclarecido.

O importante é esclarecermos que, com o tratamento adequado, uma dieta saudável, abandono de hábitos nocivos e acompanhamento médico é possível o total controle da doença e interrupção de crises, evitando sequelas futuras como, por exemplo, formação de tofos e deformidades articulares. O tratamento medicamentoso deve sempre ser orientado por seu médico, visto que fatores com insuficiência renal, passado de úlcera gástrica, hepatopatias entre outros fatores influenciam na escolha adequada do melhor medicamento para tratamento de crise e controle da hiperuricemia, sendo sempre individualizado.

* Artigo publicado pela colunista Isabella Coutinho, médica reumatologista

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!