Skinbooster: tratamento dérmico que se destaca pelos efeitos e praticidade

O Skinbooster serve justamente para dar um efeito “boost” na pele, ajudando a manter sua aparência jovial.

Nos últimos anos, vários tratamentos foram desenvolvidos, mas quase nenhum garante resultados tão bons quanto o Skinbooster. Esse é um tipo de tratamento dérmico que está se destacando por causa dos efeitos e praticidade. Skinbooster é um tratamento a base do ácido hialurônico, que serve para hidratar a epiderme, para estimular a formação de colágeno, dando mais elasticidade nutrindo a pele de forma duradoura, reduzindo as ações do tempo na pele. A substância é injetada para melhorar a firmeza, flexibilidade e textura, e dessa forma, retardar os efeitos do envelhecimento. O procedimento tem baixíssimas chances de oferecer algum risco ao paciente.

 

O Skinbooster serve justamente para dar um efeito “boost” na pele, ajudando a manter sua aparência jovial.
O Skinbooster serve justamente para dar um efeito “boost” na pele, ajudando a manter sua aparência jovial.

Como funciona?
O tratamento parte da premissa que a pele precisa se manter hidratada, principalmente após os 30, quando começam a ficar mais evidentes os sinais do envelhecimento. Sendo assim, uma cútis saudável e com bom aspecto precisa de água. O Skinbooster serve justamente para dar um efeito “boost” na pele, ajudando a manter sua aparência jovial.
A quem é indicado?
O Skinbooster é indicado para pacientes entre 30 e 50 anos ou a critério do especialista, que sofrem desconforto estético com linhas de expressão, rugas, bigode chinês, entre outros.
Na pele dos pacientes com menos de 40 anos, que apresentam poucas rugas, porém perdem elasticidade e seu tônus, o Skinbooster vai ajudar na prevenção da flacidez e a reduzir o aparecimento de rugas.
Na pele dos pacientes com mais de 45 anos, o tratamento previne o envelhecimento cutâneo, dando mais firmeza e textura à pele. Os resultados são mais sensíveis no rosto e ao redor dos olhos, além de pescoço e mãos.
A quem é contraindicado?
Todos os tipos de pele são adequados para receber o ácido hialurônico, no entanto, alguns grupos não devem fazer uso, são eles:
Grávidas ou lactantes;
Pessoas alérgicas
Pessoas com ferimentos ou infecções de pele. Portadores de doenças autoimunes.
Como é feita a aplicação?
Inicialmente é feito um planejamento das áreas aplicadas, qual o componente usado, possíveis resultados e quantidade de sessões.
O ideal é o paciente evitar álcool e medicamentos que possuem antiinflamatórios como aspirina, além de suplementos que possam diluir o sangue (como vitamina E, alho e ginseng) nos dois dias que antecedem a aplicação.
O procedimento dura entre 20 e 30 minutos. O profissional aplica a anestesia tópica, aguarda sua ação e em seguida utiliza as cânulas para aplicar o ácido hialurônico.

Como é o pós-procedimento?
Apesar de ser um procedimento simples e não invasivo, o paciente precisa tomar alguns cuidados após o Skinbooster, principalmente porque a região pode ficar ligeiramente dolorida, com pequenos edemas que desaparecem cerca de 5 dias após o tratamento.
Além disso, evite banhos de piscina, a exposição solar excessiva nos primeiros dias após a aplicação e aplique o protetor solar com fator superior a 30 FPS.
Como é o resultado?
São necessárias 2 a 4 sessões, de acordo com o objetivo, tipo de pele, idade, entre outros fatores. Os resultados são visíveis nos primeiros 30 dias após a primeira sessão.
Os possíveis resultados do procedimento incluem: maior suavização da pele, sobretudo do rosto; amenização de linhas finas e rugas; fortalecimento do colágeno da pele; cútis com aparência mais viçosa e jovial; melhora na hidratação da pele e suavização das cicatrizes de espinhas, cravos e acne.

Compartilhe esse artigo!

Gostou desse artigo? Comente!

Quer divulgar o seu negócio aqui?
Chame no WhatsApp!